Matemática no Prandiano

“A Matemática é o alfabeto com qual Deus escreveu o Universo.” (GALILEU GALILEI)

Fiz hoje (07 de setembro de 2016) minha matrícula no curso de Matemática Aplicada à Vida, no Museu da matemática, que usa o método prandiano, do Agnaldo Prandini Ricieri, aqui em São Paulo, na Vila Mariana.

As instalações do Museu são maravilhosas, a disciplina parece militar (o Ricieri afirma nunca ter atrasado em sua vida!) e a palestra de apresentação do curso, que eu vi no último domingo (hoje é quarta) foi cativante.

Serão 12 semanas: domingos das 7h30 a 13h30. Vou abrir mão de bons momentos pra fazer este curso. Muita expectativa porque preciso de outra perspectiva de conceitos matemáticos pra acompanhar o curso de Engenharia de Produção e ser um profissional com uma caixa de ferramentas mais completa, com ferramentas que saberei usar habilmente.

Espero ter a saúde mental de registrar semana a semana meu processo de imersão para tornar-me um profissional das exatas. Entrei no math.com e encontrei frases inspiradoras para esta etapa:

Einstein, Albert (1879-1955) “Não se preocupe com suas dificuldades em Matemática, eu te garanto que as minhas são maiores.”

Dirac, Paul Adrien Maurice (1902-1984) “A Matemática é a ferramenta especialmente adequada para lidar com conceitos abstratos de todo tipo e não há limites ao seu poder neste campo.”

Egrafov, M. Se você pergunta a matemáticos o que eles fazem, você terá sempre a mesma resposta. Eles pensam. Eles pensam sobre problemas difíceis e atípicos. Eles não pensam sobre problemas comuns: eles apenas escrevem as respostas.”

E por fim no próprio site da Prandiano a definição de Mathematikós:

“Aquele que aprende

(mathematikós)

decodificando

(máthema) 

os traçados

(curvarum)

da natureza

(phýsis)”